Ucrânia altera estratégia de defesa e combaterá russos

A Ucrânia alterou o foco de sua operação militar após uma série de retrocessos das forças de Kiev no combate aos rebeldes separatistas nos últimos dias. Forças militares russas foram vistas em Donetsk e Lugansk, as duas principais cidades tomadas pelos rebeldes ucranianos no leste do país, afirmou o coronel Andriy Lysenko, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Ucrânia, o que levou o governo do país a afirmar que agora tem de lutar contra o Exército russo e não apenas contra os separatistas.

PRISCILA ARONE, COM INFORMAÇÕES DA ASSOCIATED PRESS E DA DOW JONES NEWSWIRES, Estadão Conteúdo

02 de setembro de 2014 | 09h33

A declaração foi feita um dia depois de o ministro da Defesa do país, Valeriy Heletey, ter dito que as Forças Armadas ucranianas estão alterando sua estratégia militar. Segundo ele, o Exército ucraniano vai deixar de tentar remover os separatistas do leste e vai se concentrar numa estratégia de defesa contra o que chamou uma grande invasão de tropas regulares russas, e alertou que os combates podem custar "dezenas de milhares de vidas".

Lysenko disse aos jornalistas que tropas russas foram vistas em Donetsk e and Lugansk, assim como em outros locais no leste. A afirmação não pôde ser confirmada de forma independente. Lysenko disse também que 15 militares foram mortos no dia anterior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.