Ucrânia aprova reformas eleitorais e constitucional

O parlamento da Ucrânia aprovou um pacote de reformas constitucionais e eleitorais nesta quarta-feira. A medida é uma tentativa de resolver a crise política no país.As reformas foram aprovadas por 402 votos a favor e 21 contra, com 19 abstenções. Os legisladores aplaudiram de pé e o presidente Leonid Kuchma promulgou a medida.A aprovação foi uma surpresa depois de vários dias de manobras políticas e protestos nas ruas. A ação parece indicar que a instabilidade e o descontentamento popular a longo prazo poderiam debilitar o país antes da eleição de 26 de dezembro - a repetição do segundo turno, cancelado por suspeitas de fraude.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.