Ucrânia: confrontos no leste matam quatro e ferem 30

Tropas ucranianas trocaram tiros nesta segunda-feira com milicianos pró-Rússia que ocupam a cidade de Sloviansk, no leste do país, e o governo enviou uma unidade de elite da Guarda Nacional para restabelecer o controle da cidade portuária de Odessa.

AE, Agência Estado

05 Maio 2014 | 12h01

O ministro do Interior do país, Arsen Avakov, disse, em nota publicada no site do órgão, que forças pró-Rússia com cerca de 800 milicianos utilizavam armas de alto calibre e morteiros. De acordo com o ministro, quatro oficiais morreram e 30 ficaram feridos nos confrontos. Um porta-voz das milícias pró-Rússia em Sloviansk afirmou que algumas pessoas morreram ou ficaram feridas nos confrontos, incluindo uma mulher de 20 anos morta por uma bala perdida, mas não informou números. Ambos os lados indicaram que os embates entre militares e rebeldes estão ocorrendo em vários locais da cidade.

O esforço duplo do governo ucraniano reflete uma aparente escalada dos esforços para trazer ambas as regiões sob o controle de Kiev. A perda do controle sobre Odessa no oeste e sobre partes do leste ucraniano deixaria o país sem acesso ao Mar Negro. A Rússia já tomou uma parte significativa da costa ucraniana do Mar Negro ao anexar a península da Crimeia.

O ministério do Interior disse em nota na segunda-feira que irá enviar uma unidade de elite da Guarda Nacional para Kiev para restabelecer o controle da cidade e que 42 das pessoas presas durante os protestos seriam mandadas para outra região para investigação, possivelmente para evitar que a polícia local libertasse mais prisioneiros. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.