Ucrânia e Holanda acordam transferência dos corpos

Autoridades da Ucrânia e da Holanda fecharam acordo para a transferência dos corpos das vítimas do voo MH17, da Malaysia Airlines, nesta segunda-feira, segundo o primeiro ministro ucraniano. Todos os 282 corpos encontrados foram colocados em vagões refrigerados e devem seguir até Cracóvia, na Polônia, onde foi montado um centro de coordenação comandado por especialistas holandeses.

Agência Estado

21 de julho de 2014 | 12h48

A transferência dos corpos para autoridades holandeses foi acordada porque a maior parte das vítimas do voo, que saia de Amsterdã com destino a Kuala Lumpur, é originária do país.

Em pronunciamento ao parlamento holandês em Haia nesta segunda-feira, o primeiro-ministro da Holanda, Mark Rutte, disse que os corpos serão identificados e encaminhados para as famílias o mais rápido possível. "Nós preferimos fazer a identificação na Holanda, mas isso ainda não está decidido", disse.

Um centro coordenado por especialistas holandeses foi montado na Cracóvia, primeiro destino dos corpos. O primeiro-ministro da Ucrânia informou no fim da manhã de hoje que os corpos já estão em vagões refrigerados prontos para seguir para a Cracóvia. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Ucrâniaavião

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.