Ucrânia e Rússia chegam a acordo sobre gás

O primeiro-ministro da Ucrânia saudou um novo acordo entre seu país e a Rússia para normalizar o fornecimento de gás russo para os ucranianos, mas os cidadãos comuns e analistas preocupam-se com o impacto de um aumento de preços. "A Ucrânia está preparada para a alta de preços... e os ucranianos sabem que precisam poupar energia", disse Yuriy Yekhanurov a jornalistas. As empresas de gás natural da Rússia e da Ucrânia concordaram em retomar os negócios com o gás num acordo que permitiu aos dois lados reivindicar vitória ao final do impasse provocado pela decisão russa de impor uma forte alta de preços. Pelo acordo, os preços passarão a ser compostos segundo um plano aceito pelos dois países, e uma terceira empresa, de capital russo-suíço, será a fornecedora de gás para a Ucrânia.Yekhanurov disse que a reivindicação russa, para que os preços de gás atinjam os níveis de mercado, é "justa", e que "faremos o melhor para cortar o uso de gás".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.