Ucrânia envia mais tropas para leste do país

Ucrânia envia mais tropas para leste do país

Um cessar-fogo foi definido no início de setembro, mas a trégua foi violada regularmente.

O Estado de S. Paulo

04 de novembro de 2014 | 16h59

O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, afirmou que foram enviadas tropas adicionais para o leste do país, onde os conflitos entre forças do governo e separatistas pró-Rússia continuam. O líder ucraniano disse que a as unidades vão defender o local de possíveis incursões em direção a cidades ainda sob controle do governo.

As declarações foram feitas depois que autoridades de segurança ucranianas alegaram que a Rússia tem intensificado a transferência de tropas e equipamento militar para rebeldes separatistas. Moscou nega a ajuda aos rebeldes.

Sem especificar quantos soldados estão envolvidos, Poroshenko declarou que três linhas da fortificação estão sendo montadas para repelir os ataques. Um cessar-fogo foi definido no início de setembro, mas a trégua foi violada regularmente.

As perspectivas de conflito aumentaram desde que autoridades separatistas realizaram uma eleição no domingo que a Ucrânia e o Ocidente classificaram como ilegal e desestabilizadora. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Ucrâniaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.