Ucrânia está perto de uma guerra, diz ministro russo

O ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, disse que a Ucrânia está perto de uma guerra civil. Segundo Lavrov, é necessário e urgente encontrar uma solução que leve em consideração o que todas as regiões precisam.

AE, Agência Estado

14 Maio 2014 | 11h25

"Quando os ucranianos matam ucranianos, isso é o mais próximo de uma guerra civil que se pode chegar", disse Lavrov, em entrevista à Bloomberg Television. Os comentários do ministro de Relações Exteriores foram feitos antes das negociações apoiadas pelo Ocidente em Kiev sobre a possibilidade de descentralizar o poder no país.

A Ucrânia e potências ocidentais acusam a Rússia de instigar a rebelião pró-Rússia nas regiões de Donetsk e Luhansk, uma acusação que Moscou nega. No fim de semana, moradores das duas regiões votaram por maior autonomia frente ao governo de Kiev, embora a votação tenha sido considerada ilegítima pelas autoridades do país.

Os líderes da autoproclamada República Popular de Donetsk declararam na segunda-feira a independência da região e pediram para se juntar à Rússia. Autoridades de Moscou não abraçaram a ideia imediatamente, como fizeram depois de uma situação semelhante na região da Crimeia. Lavrov se recusou a responder o que ele chamou de uma "pergunta hipotética" sobre o assunto.

Ele também reiterou que não há nenhuma intenção de invadir o leste da Ucrânia, apesar de Moscou ter dito repetidamente que se reserva o direito de intervir se sentir que russos étnicos estão sob ameaça. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Ucrânia Rússia guerra

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.