Ucrânia prepara recuo de artilharia na região leste em conflito

Ucrânia prepara recuo de artilharia na região leste em conflito

Segundo porta-voz militar de Kiev, apesar da morte de dois soldados ucranianos em 24 horas, ataques de separatistas diminuíram

O Estado de S. Paulo

22 de setembro de 2014 | 14h05

KIEV - Forças do governo ucraniano preparavam nesta segunda-feira, 22, o recuo de artilharia e veículos blindados pesados para a criação de uma zona tampão com raio de 30 quilômetros na região em conflito no leste do país, depois de terem constatado uma diminuição dos ataques de separatistas pró-Rússia, disse o porta-voz militar Andri Lisenko.

Segundo Lisenko, apesar de dois soldados ucranianos terem sido mortos nas últimas 24 horas, em meio ao cessar-fogo firmado em 5 de setembro, os ataques de artilharia separatistas diminuíram e não houve disparos vindos do território russo.

Esses fatores permitiram à Ucrânia começar a implementar um acordo alcançado entre os representantes ucranianos e russos com os separatistas na sexta-feira 19, segundo o qual os lados em conflito recuarão a artilharia e outros equipamentos pesados 15 quilômetros de cada lado da linha de confronto, criando-se assim uma zona tampão. / REUTERS

Mais conteúdo sobre:
crise na UcrâniaRússiaKiev

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.