Ucrânia propõe reunião para discutir crise no leste

O governo da Ucrânia propôs uma reunião para este sábado numa tentativa de solucionar a crise no leste do país, mas ainda aguarda uma resposta para a oferta, informou um porta-voz do escritório presidencial do país.

Agência Estado

04 Julho 2014 | 11h44

A ideia é que representantes de Kiev, de separatistas pró-Moscou que agem no leste ucraniano e da Rússia se reúnam amanhã para discutir um pacto de cessar-fogo.

Os ministros de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, e da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, conversaram por telefone e concordaram que a reunião precisa ocorrer o quando antes, de acordo com comunicado divulgado pela chancelaria russa.

A Rússia ainda não comentou sobre a proposta do presidente ucraniano, Petro Poroshenko.

Kiev está buscando apoio internacional numa tentativa de superar o impasse entre militantes pró-Rússia e tropas ucranianas. Após o fim de um cessar-fogo de dez dias no começo da semana, o Exército da Ucrânia retomou operações militares contra os separatistas.

Poroshenko propôs o encontro durante conversa telefônica com Catherine Ashton, chefe de política externa da UE. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
Ucrânia reunião crise

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.