Ucrânia registra poucas violações ao cessar-fogo

O cessar-fogo na Ucrânia parece estar sendo cumprido, com apenas uma morte reportada nos últimos dois dias na cidade de Donetsk, uma das regiões mais afetadas pelo conflito. A Câmara da cidade disse que não houve registro de vítimas fatais na noite de quarta para quinta-feira, uma das mais silenciosas dos últimos meses. Ainda segundo o órgão oficial, a situação era calma na maior parte da cidade, embora algumas explosões ainda pudessem ser ouvidas na região norte, próxima ao aeroporto.

Estadão Conteúdo

18 de setembro de 2014 | 17h49

O porta-voz do Conselho Nacional de Segurança e Defesa da Ucrânia, Andriy Lysenko, confirmou a morte de uma pessoa em combate perto do aeroporto de Donetsk nesta quinta-feira. Os conflitos continuaram nos arredores da cidade, apesar da declaração formal de cessar-fogo.

O acordo de trégua assinado no dia 5 de setembro sofreu repetidas violações, e ambos dos lados da guerra - o governo ucraniano e os rebeldes pró-Rússia - afirmaram que podem se reagrupar e continuar lutando, se necessário. Num pronunciamento ao Congresso dos EUA nesta quinta-feira, o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, disse que 17 soldados foram mortos desde o início do cessar-fogo.

Mas a última semana registrou algum progresso para a solução política definitiva da crise. Na terça-feira o Parlamento da Ucrânia aprovou uma lei concedendo maior autonomia às regiões rebeldes do país e anistia para alguns dos militantes. Nesta sexta-feira, as conversas sobre um acordo de paz envolvendo Rússia e Ucrânia vão continuar em Minsk, capital da Bielorrússia, sob supervisão da Organização para Segurança e Cooperação na Europa (OSCE). Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
UcrâniaRússiacessar-fogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.