Ucrânia repudia interferência externa no país

O presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovich, fez uma advertência a governos estrangeiros contra a interferência em assuntos internos do país. Em entrevista a uma rede de TV, Yanukovich disse que é inaceitável "que alguém venha aqui nos ensinar como viver".

AE, Agência Estado

19 de dezembro de 2013 | 16h22

Aparentemente os comentários do líder da Ucrânia se referem aos diplomatas do Ocidente que recentemente visitaram o país e expressaram apoio às manifestações contra o governo que acontecem em Kiev a quase um mês.

Os comentários foram feitos dois dias após Yanukovich ter recebido uma enorme ajuda financeira da Rússia para manter sua combalida economia funcionando. O acordo com Moscou foi condenado pela oposição e classificado como traição aos interesses da nação. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
UcrâniaYanukovicH

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.