Ucrânia: Rússia é ameaça à segurança internacional

O novo governo da Ucrânia apontou nesta terça-feira que o discurso do presidente da Rússia, Vladimir Putin, sobre a anexação da Crimeia, mostra que a Rússia é um perigo para a segurança global. "A declaração de hoje de Putin mostrou em alto relevo a ameaça real que a Rússia representa para o mundo civilizado e a segurança internacional", disse o porta-voz do ministério das Relações Exteriores ucraniano, Evhen Perebinis, no Twitter. "(A anexação) não tem nada a ver com lei, democracia ou pensamento sensato." Ele pediu a outros países e organizações internacionais que tomem "medidas concretas" contra a Rússia.

AE, Agência Estado

18 de março de 2014 | 11h56

Milhares de tropas russas se concentram ao longo da fronteira leste da Ucrânia nas últimas semanas. A Rússia alega que isso ocorreu para um treinamento militar, enquanto os Estados Unidos e a Europa enxergam as tropas como uma tática de intimidação. O primeiro-ministro da Ucrânia, Arseniy Yatsenyuk, disse, em declaração televisionada, que os órgãos ucranianos de aplicação da lei reuniram "evidências convincentes da participação dos serviços especiais russos na organização de distúrbios no leste de nosso país". Fonte: Dow Jones Newswires e Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.