UE adota formalmente novas sanções contra Rússia

O Conselho Europeu adotou formalmente um pacote com novas sanções contra a Rússia por causa de suas ações no leste da Ucrânia, mas o braço executivo da União Europeia (UE) vai adiar a entrada em vigor da medida para avaliar, antes, a implementação do acordo de cessar-fogo.

Estadão Conteúdo

08 de setembro de 2014 | 17h13

O presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, disse em comunicado divulgado nesta segunda-feira que as sanções serão implementadas "nos próximos dias".

Ele disse que isso dará tempo para "uma avaliação da implementação do acordo de cessar-fogo e do plano de paz".

Van Rompuy declarou que a UE está preparada para revisar totalmente ou em parte a agenda de sanções, dependendo da situação em solo.

Em acordo assinado na sexta-feira na capital da Bielorrúsia, Minsk, representantes da Ucrânia e dos separatistas pró-Rússia, chegaram a um acordo para o cessar-fogo imediato dos combates e para a troca de prisioneiros.

Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.