UE adotará medidas para conter importação de biodiesel

A União Europeia (UE) adotará novas tarifas de importação para frear a entrada de biodiesel dos Estados Unidos, acusados de distorcer o mercado. A medida, porém, pode afetar o Brasil e Argentina. Bruxelas alega que os americanos importam o biocombustível sul-americano - mais barato - misturam com sua produção, recolhem subsídios e revendem no mercado europeu com uma ampla margem de dumping.Agora, a UE vai aplicar uma série de medidas para conter essa importação. As medidas anti-dumping vão variar de 2 euros a 19 euros por cada 100 quilos de biodiesel importado. Além disso, uma sobretaxa que irá varia de 23 euros a 26 euros a cada cem quilos será aplicada para compensar pelos subsídios recebidos pelos produtores nos Estados Unidos.O pacote de medidas protecionistas será debatido oficialmente no dia 3 de março em Bruxelas. A previsão é de que as taxas já comecem a ser implementadas a partir de abril.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.