UE avalia ajuda de 25 bilhões de euros à Grécia

A ajuda da União Europeia (UE) para reerguer a combalida economia da Grécia poderia chegar a 25 bilhões de euros, especula o semanário alemão Der Spiegel com base em sugestões do Ministério das Finanças da Alemanha.

AE-DOW JONES, Agencia Estado

20 de fevereiro de 2010 | 18h46

A contribuição de cada país-membro seria calculada de acordo com sua posição no Banco Central Europeu (BCE), prossegue a conceituada revista.

Caso isso se confirme, a participação da Alemanha no pacote de ajuda seria de 20%, ou 5 bilhões de euros. De acordo com a Der Spiegel, o pacote em discussão prevê empréstimos e garantias.

Também neste sábado, em artigo publicado no jornal italiano Corriere della Sera, Lorenzo Bini Smaghi, integrante do conselho executivo do BCE, defendeu que a UE deve ajudar a Grécia sem recorrer a organismos multilaterais como o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Segundo ele, dessa forma a UE não apenas recuperaria a confiança na Grécia como teria a oportunidade de aperfeiçoar os mecanismos usados na supervisão de seus membros. "Um compromisso feito por todos os chefes de governo europeus valerá mais do que qualquer recurso de uma instituição multilateral", escreveu.

Tudo o que sabemos sobre:
GréciaUnião Europeiaajudacrise

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.