UE condena ataque em Bagdá e quer ação contra violência

A Presidência da União Européia (UE), a cargo da Alemanha neste semestre, condenou hoje, "nos termos mais duros possíveis", o atentado que, sábado, matou mais de cem pessoas em Bagdá.Em comunicado, a Presidência alemã pediu a todas as partes que mostrem "clara determinação" contra a violência que o país enfrenta. Além disso, mostrou sua "profunda comoção" com o brutal ataque.Segundo os últimos dados do Ministério do Interior do Iraque, a explosão de um caminhão-bomba registrada neste sábado em um movimentado mercado matou 131 pessoas e feriu 305.Em sua nota, as autoridades alemãs também transmitiram suas condolências aos familiares das vítimas e o desejo de uma pronta recuperação aos vários feridos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.