UE condena Israel por assentamentos

A chefe de política externa da União Europeia (UE), Catherine Ashton, condenou ontem a decisão de Israel de construir novos assentamentos judaicos na Cisjordânia. Ashton pediu ao governo israelense que mostre seu compromisso com a paz e reverta a decisão - também bastante criticada pelos palestinos. "Eu lamento os planos do governo de Israel de construir 800 moradias adicionais", disse Ashton em comunicado. "A construção de assentamentos na Cisjordânia prejudica os atuais esforços de paz."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.