UE conta com Kirchner para ajudar integração do Mercosul

O alto representante da União Européia para política Exterior e Segurança Comum, Javier Solana, pediu ao novo presidente argentino, Néstor Kirchner, que impulsione o projeto de integração do Mercosul "o modelo de integração mais próximo da Europa com o qual a UE está decidida a concluir o primeiro acordo inter-regional de associação que existirá no mundo". A menção foi feita na carta de felicitação enviada hoje ao governo argentino.O chanceler europeu afirmou, ainda, que a UE espera que a gestão Kirchner leve à superação definitiva da crise e à recuperação do papel "fundamental que o país tem na América Latina e no mundo".O futuro da Argentina está "estreitamente" unido ao da Europa, disse Javier Solana, e, portanto, se faz necessário "uma Argentina forte e unida". Solana mencionou também o êxito do trabalho realizado pelo ex-presidente Eduardo Duhalde, reconhecendo "os momentos críticos", superados por ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.