UE e Rússia querem cumprimento das resoluções da ONU

A Rússia e a União Européia (UE) informaram hoje que endossam a realização de uma conferência internacional para retomar o processo de paz no Oriente Médio se israelenses e palestinos implementaram as resoluções do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas, que pedem a retirada israelense da Cisjordânia e o fim dos atentados palestinos."A conferência não deve desviar nossa atenção da implementação" das resoluções da ONU aprovadas em meados de março para conter os combates, declarou hoje o ministro russo das Relações Exteriores, Igor Ivanov, após uma reunião com funcionários do alto escalão da UE. "As resoluções estão lá. Elas já existem e devem ser total e imediatamente implementadas".O ministro de Relações Exteriores da Espanha, Josep Piqué, concorda. "O que nós precisamos neste momento é voltar a atenção para o cumprimento das resoluções do Conselho de Segurança da ONU." A Espanha ocupa neste semestre a presidência rotativa da UE.Os dois diplomatas fizeram suas declarações enquanto o secretário de Estado dos EUA, Colin Powell, continua tentando mediar uma solução para o conflito no Oriente Médio.No momento, ele analisa uma proposta feita no domingo pelo primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, para a realização de uma conferência regional ou internacional visando à retomada das negociações de paz entre palestinos e israelenses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.