UE está preocupada com o impeachment na Romênia

A União Europeia questionou nesta terça-feira a velocidade com que a Suprema Corte da Romênia confirmou o impeachment do presidente Traian Basescu. O presidente da Comissão Europeia, Manuel Barroso, pediu para reunir-se com o primeiro-ministro romeno, Victor Ponta, em Bruxelas, na quinta-feira, para esclarecer a situação.

AE, Agência Estado

10 de julho de 2012 | 11h13

"Estamos preocupados com a velocidade e consequências das decisões tomadas nas últimas semanas", disse a porta-voz da UE, Pia Ahrenkilde Hansen.

Na ultima sexta-feira, o Parlamento romeno votou pelo impeachment de Basescu, acusando o presidente de ter excedido sua autoridade. Na segunda-feira, a Suprema Corte confirmou a votação, preparando o terreno para o referendo de 29 de julho que decide se o presidente deve ou não permanecer no cargo.

Basescu, de 60 anos, e Ponta, 39 anos, estão envolvidos em uma luta pelo poder. Os adversários do presidente o acusam de intrometer-se em assuntos que cabem ao primeiro-ministro, tentar influenciar questões judiciais e fazer comentários preconceituosos contra ciganos e deficientes. Basescu nega as alegações. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
UEROMÊNIAIMPEACHMENT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.