UE estende embargo a produtos britânicos

Os veterinários da União Européia (UE) estenderam até 9 de março o embargo ao gado, carne e produtos lácteos britânicos, em um esforço para impedirque a febre aftosa se propague por toda a Europa continental. Nesta data, o comitê de veterinários da UE se reunirá novamente, disse o porta-voz do bloco, Johan Reyniers. Embora ainda não tenham sido detectados casos fora da Grã-Bretanha, outras nações européias temem que o vírus altamente infeccioso atravesse o Canal da Mancha e, para tanto, já estavam tomando medidas de emergência. O ministro da Agricultura francês, Jean Glavany, ordenou que 20 mil ovelhas importadas da Grã-Bretanha sejam sacrificadas a partir de 1º de fevereiro. A Alemanha anunciou hoje ter matado outras 1.600 ovelhas britânicas, após já ter sacrificado 360 animais importados da Inglaterra. Espanha e Holanda aplicaram medidas semelhantes.As informações são da agência Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.