UE faz alerta sobre problemas em eleição no Zimbábue

A chefe de política externa da União Europeia (UE), Catherine Ashton, disse ver com bons olhos o fato de as eleições presidenciais do Zimbábue terem ocorrido de forma pacífica e ordenada, mas expressou preocupação com as supostas irregularidades no processo.

DOW JONES NEWSWIRES, Agência Estado

03 de agosto de 2013 | 20h05

"A UE está preocupada com as supostas irregularidades e relatos de participação insuficiente, bem como as deficiências identificadas no processo eleitoral e a falta de transparência", disse a representante do bloco por meio de comunicado.

"A UE continuará acompanhando os desdobramentos e trabalhará junto com os parceiros internacionais nas próximas semanas... A UE encoraja todos as partes a manter a calma e a ordem", afirmou Catherine.

Tudo o que sabemos sobre:
ZimbábueeleiçõesUE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.