UE inicia processo para embargo de armas à Síria

Após uma reunião de cinco horas hoje, os países membros da União Europeia (UE) chegaram a um acordo para iniciar um embargo de armas contra a Síria. Ao mesmo tempo, também decidiram parar de apoiar o congelamento de ativos e a proibição de viagens dos líderes do país.

AE, Agência Estado

29 de abril de 2011 | 19h31

Em uma declaração, a UE disse que começou a trabalhar pelo embargo sobre armas e equipamentos usados para repressão e "vai pensar urgentemente em medidas apropriadas e objetivas destinadas a conseguir uma mudança imediata da política dos líderes sírios".

Os embaixadores do bloco recomendaram o congelamento de quaisquer negociações sobre acordos comerciais oferecidas à Síria e disseram que a UE vai "examinar todos os aspectos de sua cooperação" com as autoridades sírias, inclusive programas de ajuda.

Um dos funcionários disse que se espera que as medidas restritivas sejam assinadas antes do dia 23 de maio, data do próximo encontro dos ministros das relações exteriores da UE. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
embargoarmasSíriaUE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.