UE pede retirada de grupo do Irã de lista de terroristas

O Parlamento Europeu aprovou hoje uma declaração por escrito, pedindo aos Estados Unidos que retirem o grupo Mujahedin do Povo Iraniano de sua lista de organizações estrangeiras terroristas. A resolução tornou-se oficial quando mais da metade dos 736 membros do Parlamento assinaram o texto, mas o apoio a ela era quase unânime, disse um funcionário local. A resolução também pediu ao Iraque que acabe com o bloqueio em Camp Ashraf, um assentamento com mais de 3 mil dissidentes iranianos perto da fronteira entre os dois países.

AE, Agência Estado

25 de novembro de 2010 | 13h49

O Mujahedin do Povo Iraniano busca derrubar o governo de Teerã. O grupo está na lista norte-americana desde 1997, quando a administração do presidente Bill Clinton o acrescentou, a fim de tentar melhorar a cooperação com o regime iraniano.

Em julho, um tribunal de recursos ordenou que o Departamento de Estado reconsiderasse a decisão. A União Europeia retirou o grupo de sua lista de organizações terroristas em 2009. O Parlamento Europeu exigiu que a chefe da política externa da UE, Catherine Ashton, peça aos EUA que retirem o Mujahedin do Povo Iraniano da lista. A funcionária ainda não respondeu ao fato, informou uma porta-voz dela. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.