UE retomará ajuda financeira direta ao governo palestino

Javier Solana afirma que parte do dinheiro irá para a Faixa de Gaza

Agencia Estado

18 Junho 2007 | 14h25

A União Européia vai retomar sua ajuda financeira direta à Autoridade Nacional Palestina (ANP) após a nomeação de um governo sem o movimento Hamas, anunciou nesta segunda-feira, 18, o Alto Representante para Política Externa e Segurança do bloco, Javier Solana."Haverá relação econômica direta com este governo. Parte irá diretamente e parte irá para a Faixa de Gaza, mas temos que ver como", disse Solana no início da reunião dos ministros do Exterior da UE, que terá ainda a colega israelense, Tzipi Livni.A UE suspendeu a ajuda financeira direta à ANP em abril de 2006, após a chegada democrática do Hamas ao governo e condicionou o reatamento a que o movimento islamita reconhecesse o Estado de Israel.

Mais conteúdo sobre:
palestinaUEHamasFatahGaza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.