UE suspenderá sanções contra presidente bielorrusso Lukachenko

UE suspenderá sanções contra presidente bielorrusso Lukachenko

A decisão deve ser tomada até o fim deste mês, quando o prazo em vigor expira

O Estado de S. Paulo

09 Outubro 2015 | 15h26

A União Europeia (UE) se prepara para suspender as sanções contra o presidente bielorrusso Alexander Lukachenko em uma mudança de política que tem por objetivo recompensar a libertação durante o verão dos últimos presos políticos do regime, indicaram nesta sexta-feira à AFP diferentes fontes.

A decisão de suspender o congelamento de bens e a proibição de visto contra Lukachenko e 150 personalidades do regime deve ser tomada até 31 de outubro, quando as sanções em vigor expiram. 

Neste domingo, 11, os eleitores vão às urnas decidir o futuro da Bielo-Rússia. A última pesquisa de intenções de voto, feita em setembro, revelou que Lukashenko venceria a disputa com 64% dos votos, contra 25% de Gennady Korotkevich. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.