UE veta importação de animais argentinos

Os especialistas em veterinária da União Européia (UE) concordaram hoje em proibir as importações de animais, carne in natura e produtos lácteos procedentes da Argentina, depois da notícia de febre aftosa no país. Autoridades européias disseram que o embargo entra em vigor quando for formalmente aprovado pela Comissão da UE, o que deve acontecer nos próximos dias. "Há rumores de que há surtos de aftosa em grandes partes do país", disse Frits Pluimers, representante holandês no panel da UE. Segundo nota da Dow Jones, Pluimers completou que os EUA, Canadá e o Chile já tomaram medidas semelhantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.