Uganda oferece asilo a Kadafi

Porta-voz do presidente diz que líder líbio é bem-vindo para morar no país

Associated Press

30 Março 2011 | 11h22

KAMPALA - O porta-voz do presidente de Uganda disse nesta quarta-feira, 30, que Muamar Kadafi é bem-vindo para morar no país. A oferta de Uganda parece ser a primeira de um país proposto a aceitar o líder líbio.

 

Veja também: 
especialTwitter: 
Acompanhe os relatos de Lourival Sant'anna

especialLinha do Tempo: 40 anos de ditadura na Líbia
blog Arquivo: Kadafi nas páginas do Estado
especialInfográfico:  A revolta que abalou o Oriente Médio

especialEspecial: Os quatro atos da crise na Líbia
especialCharge: O pensamento vivo de Kadafi

 

Tamale Mirundi, o secretário de imprensa do presidente Yoweri Museveni, disse à Associated Press que a política do país é de oferecer asilo aos que procuram o país.

 

Mirundi disse que a política existe em parte porque diversos ugandenses fugiram do país durante a ditadura de Idi Amin.

 

Museveni, que foi reeleito em fevereiro, está no poder há 25 anos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.