Uganda relata morte de menina por vírus Ebola

Uma menina de 12 anos morreu vitimada pelo vírus Ebola em uma pequena cidade 35 km ao norte de Kampala, a capital de Uganda, informaram funcionários da área de Saúde. Caso isso seja confirmado, será o primeiro caso desde 2007.

AE, Agência Estado

14 de maio de 2011 | 15h07

Segundo a médica Miriam Nanyunja, da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Kampala, testes preliminares realizados pelo Instituto de Pesquisa de Vírus de Uganda nesta sexta-feira mostraram que a menina morreu no dia 6 de maio no hospital de Bombo. "Ela chegou ao hospital e morreu algumas horas depois. Eles testaram para Ebola e o resultado saiu ontem", disse Nanyunja.

O diretor geral de Serviços de Saúde de Uganda, Nathan Mugisha, confirmou os resultados preliminares e disse que uma força-tarefa se reuniria ainda no sábado para discutir como lidar com um surto potencial do vírus. "Até agora, temos apenas resultados preliminares dos testes, e há uma reunião em andamento", acrescentou.

O vírus Ebola provoca uma forma rara de febre hemorrágica que mata praticamente 100% das pessoas infectadas. O vírus, que ganhou o nome de um rio na vizinha República Democrática do Congo, matou pelo menos 170 pessoas no Norte de Uganda no ano 2000 e outras 37 pessoas no Oeste do país em 2007. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
saúdevírusEbolaUganda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.