Reuters
Reuters

Último líder rebelde do Delta nigeriano entrega as armas

Insurgente aceitou oferta de anistia do presidente; região abriga a maior indústria de gás e petróleo da África

Reuters,

04 de outubro de 2009 | 16h06

O último líder rebelde da Nigéria, Tompolo, anunciou neste domingo sua rendição e suspensão de lutas na região produtora de petróleo do Delta nigeriano em troca de anistia incondicional.

 

Tompolo, cujos homens estão por trás de vários ataques contra a indústria petroleira da Nigéria, entregou lança-foguetes, metralhadoras e explosivos ao ministro da Defesa, Godwin Abbe, em uma cerimônia em seu acampamento em Oporoza, no estado de Delta.

 

"É um ato de patriotismo o que Tompolo e seu grupo fizeram. O tempo chegou para nós nos acalmarmos e acharmos soluções para o que levou à crise na região. O dia de hoje marca o começo do desenvolvimento do Delta nigeriano", disse Abbe.

 

No sábado, 3, Tompolo havia aceitado a oferta de anistia do presidente Umaru Yar'Adua que expiraria no fim deste domingo. O Delta nigeriano abriga a maior indústria de gás e petróleo da África. Outros dois líderes rebeldes da região haviam entregado as armas no sábado e Tompolo era o único que restava se render.

Tudo o que sabemos sobre:
NigériaDelta nigerianoÁfrica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.