Último processo acabou em 2002

O último diálogo de paz entre a Colômbia e as Farc foi conduzido pelo ex-presidente Andrés Pastrana e fracassou em fevereiro de 2002, após quatro anos de conversações. Durante a negociação, o governo desmilitarizou uma área de 42 mil km² em San Vicente del Caguán, no sul do país, para que as conversas ocorressem na região. No governo seguinte, de Álvaro Uribe, o combate aos rebeldes intensificou-se.

O Estado de S.Paulo

14 de novembro de 2012 | 02h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.