Ultradireita ganha espaço no Likud

Vários candidatos de ultradireita foram eleitos na segunda-feira nas primárias do partido israelense Likud, de oposição. Mas a maior presença de candidatos ultradireitistas no Likud parece não afetar as chances de Binyamin Netanyahu, líder do partido, tornar-se primeiro-ministro. Duas pesquisas divulgadas ontem indicam que o direitista Likud deve obter entre 31 e 36 cadeiras, das 120 do Parlamento, nas eleições de 10 de fevereiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.