Um carro bomba atinge um hotel no centro de Bagdá

Um carro bomba atingiu hoje o Bagdá Hotel, no centro da cidade, num ataque suicida que matou pelo menos sete pessoas, incluindo o motorista, e feriu mais de 40, segundo números da polícia iraquiana. O hotel serve de residência a oficiais norte-americanos e agentes de segurança.Um dos policiais que estão no local do atentado disse que a vítima da bomba foi um segurança iraquiano. A TV árabe Al-Jazira entrevistou um dos membros do Conselho iraquiano que governa o país, Mouafak al-Rabii. Ele estava no hotel e ficou ligeiramente ferido na mão.É o segundo carro bomba que faz um ataque suicida em Bagdá, nos últimos quatro dias. Um outro atingiu a delegacia de polícia de Sadr, um enclave xiita no nordeste, e matou pelo menos 10 pessoas, incluindo o motorista.Saad Hamid, 41 anos, dono de uma loja a um quarteirão do atentado, disse que a polícia já havia descoberto um carro bomba no mesmo local seis semanas atrás, antes que o suicida pudesse detonar os explosivos. Foi erguido, então, um muro anti-explosivos no fim da rua. A força da explosão, hoje, atingiu pelos menos duas seções da barreira de concreto. Escombros atingiram o terceiro andar dos prédios vizinhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.