AFP
AFP

Um dos autores de ataque em Londres tentou alugar caminhão

A revelação sugere que o atentado poderia ter acabado com muito mais vítimas

Estadao Conteudo

10 de junho de 2017 | 13h30

LONDRES - Um dos três homens que realizaram o ataque do sábado passado (3) no centro de Londres havia tentado inicialmente alugar um caminhão, informou a polícia neste sábado. Os agressores acabaram por usar uma van para a ação, na qual pessoas foram também esfaqueadas.

De acordo com a polícia, a ideia seria reproduzir o ataque cometido em Nice, na França, em 14 de julho de 2016, que deixou 86 mortos. 

No dia do ataque, Khuram Butt tentou alugar um caminhão de 7,5 toneladas pela internet, mas não forneceu detalhes para o pagamento e o negócio não foi concretizado, segundo a polícia. Naquela tarde, ele alugou uma van Renault. Horas depois, Butt e duas outras pessoas lançaram o veículo contra pessoas na Ponte de Londres. Após abandonar a van, atacaram pessoas nas proximidades a facadas. O ataque deixou oito mortos e dezenas de feridos, enquanto os autores foram mortos a tiros pela polícia.

As autoridades informaram que dentro da van foram descobertas 13 garrafas de vinho que aparentemente seriam usadas para fazer coquetéis molotov, assim como dois maçaricos. Também encontraram uma cópia em inglês do Alcorão, aberta em uma página que descreve o martírio.

As revelações sugerem que o ataque terrorista - o terceiro a atingir o Reino Unido nos últimos meses - poderia ter acabado com muito mais vítimas.

O Estado Islâmico, grupo extremista muçulmano sunita, assumiu a responsabilidade pelo ataque.

A polícia britânica disse que Butt era conhecido das autoridades, mas não havia evidências de que preparava um ataque. Cidadão britânico de 27 anos nascido no Paquistão, ele havia aparecido em um documentário da televisão sobre o extremismo islâmico no Reino Unido.

Os outros autores do ataque foram Youssef Zaghba, de 22 anos, que tinha cidadania italiana e marroquina, e Rachid Redouane, de 30 anos, com cidadania líbia e marroquina que possuía uma cédula de identidade irlandesa.

A polícia informou ainda que prendeu dois homens no leste de Londres no início deste sábado, no âmbito da investigação do ataque. Cinco outros homens estão sob custódia, após buscas em várias propriedades ao longo da semana. A polícia ainda pediu que testemunhas do ataque enviem informações, particularmente sobre as facas de cerâmica encontradas com os autores do ataque ou próximas deles. / AP

 

Tudo o que sabemos sobre:
Reino Unidoinvestigação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.