Massimo Percossi/EFE
Massimo Percossi/EFE

Um dos monumentos mais famosos da Itália é alvo de vandalismo

Italiano jogou corante vermelho na Fontana di Trevi, um dos principais pontos turísticos de Roma

O Estado de S.Paulo

26 Outubro 2017 | 16h43

ROMA - A Fontana di Trevi, um dos monumentos mais célebres de Roma, voltou a ser alvo de vandalismo nesta quinta-feira, 26, após um italiano esvaziar um recipiente de corante vermelho nas águas da fonte.

+ Turistas jogaram mais de 1,4 milhão de euros na Fontana di Trevi, em Roma, em 2016

O homem conseguiu superar a barreira montada pelas forças de segurança na praça, mas acabou detido pelos policiais. Centenas de turistas, surpreendidos pela cor vermelha da água, aproveitaram para tirar fotos e fazer selfies em frente ao monumento.

O autor do ato é o artista Graziano Cecchini, que em 2007 já havia tingido as águas da fonte de vermelho. Segundo ele, a ação foi uma "performance artística" contra a "sujeira" e a "corrupção de Roma".

+ Fendi comemora 90 anos com desfile na Fontana di Trevi

Cecchini foi multado em 500 euros. Recém-restaurada, a Fontana di Trevi foi palco de diversos episódios de vandalismo em 2017, principalmente por parte de pessoas querendo nadar em suas águas, inclusive sem roupa. / ANSA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.