Um histórico de omissões

"Apenas uma gripe." Com essas palavras, na última semana de junho de 1974, a Casa Rosada explicava o estado de saúde do presidente Juan Domingo Perón. Sofrendo de complicações cardíacas, o líder morreu em 1.º de julho. Em 1993, o ex-presidente Carlos Menem foi internado. O governo disse que não passava de uma gripe. Mas, na realidade, Menem estava sendo operado da carótida. Em 2010, o ex-presidente Néstor Kirchner foi operado duas vezes por obstruções da carótida. O governo falava em "check-up". Em 27 de outubro, ele morreu. / A.P.

O Estado de S.Paulo

04 Novembro 2014 | 02h00

Mais conteúdo sobre:
Argentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.