Um invasor morre e quatros são presos no consulado dos EUA

Após uma troca de tiros dentro do consulado dos EUA em Jeddah, na Arábia Saudita, um invasor foi morto e quatro foram presos, de acordo com forças da segurança saudita.No início da manhã, eles conseguiram entrar no consulado, depois de explodirem um carro-bomba em frente ao prédio. Os quatro homens mantiveram cerca de 22 pessoas como reféns, mas forças da segurança saudita entraram no prédio em seguida.

Agencia Estado,

06 de dezembro de 2004 | 10h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.