Um morre e 14 ficam feridos pelo desmoronamento de estádio na Holanda

Funcionários trabalhavam no local quando parte que estava sendo remodelado para ampliação cedeu

Efe

07 de julho de 2011 | 11h13

Pelo menos 10 dos feridos tiveram que ser levados a hospitais; 2 estão em estado grave

 

 

BRUXELAS - Uma pessoa morreu e 14 ficaram feridas nesta quinta-feira, 7, pelo desmoronamento parcial do teto do estádio do time holandês Twente, que estava sendo remodelado para sua ampliação, informou em entrevista coletiva o prefeito de Enschede (leste do país), Peter den Oudsten.

 

Dos 14 feridos, 10 tiveram que ser transferidos ao hospital, dois deles em estado grave, declarou Den Oudsten, que qualificou o ocorrido como um "enorme drama".

 

O incidente ocorreu por volta das 12h no horário local (7h de Brasília) e os serviços de emergência chegaram instantes depois para iniciar os trabalhos de resgate, incluído um helicóptero para remover os feridos.

 

No momento do acidente, operários trabalhavam na obra que amplia a capacidade dos atuais 24 mil para os 32 mil.

 

A equipe treinada por Co Adriaanse terminou a última temporada na segunda posição do campeonato holandês, só superado pelo Ajax de Amsterdã.

Tudo o que sabemos sobre:
EstdádioHolandadesabamentofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.