Um morto em protesto na Venezuela

Um manifestante morreu nesta quinta-feira durante um protesto realizado por um grupo de desempregados na cidade de Barcelona, no leste da Venezuela. O chefe da polícia do estado de Anzoátegui, José Alberto Morales, relatou que o incidente ocorreu quando um grupo de ex-empregados petroleiros bloqueou durante a madrugada a principal rodovia de Barcelona, a 230 km de Caracas. Explicou que a manifestação era para exigir trabalho às empresas que mantêm contratos com o complexo petrolífero de Jose, o segundo maior do país. Vários membros da Guardia Nacional cercaram os arredores da rodovia e as instalações da petrolífera para tentar restabelecer o trânsito. Os militares precisaram utilizar gás lacrimogêneo e balas de borracha para dispersar o protesto. Morales disse que as investigações preliminares indicam que aparentemente um guarda nacional, ao acionar sua arma de fogo, matou um desempregado de 29 anos que recebeu o disparo no peito. Disse ainda que a Guarda Nacional foi retirada, e em seu lugar foi enviada a polícia estadual de Anzoátegui.

Agencia Estado,

17 Julho 2003 | 15h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.