AP
AP

Uma década depois, nevascas voltam a atingir sul dos EUA

Onda de frio atinge os Estados do Texas, da Flórida, Geórgia e Carolina do Sul e provoca acidentes

AE-AP, Agencia Estado

12 de fevereiro de 2010 | 15h39

Flocos de neve começaram a cair hoje entre os Estados do Texas até a península da Flórida, no sudeste dos Estados Unidos. Em seguida foi a vez das costas da Geórgia e da Carolina do Sul ficarem cobertas de branco. Essas regiões não viam neve há décadas. 

 

Veja também:

link Neve cobre Roma pela primeira vez em mais de 20 anos

Dallas, no Texas, acumulou mais de 30 centímetros de neve, o que provocou quase 200 acidentes de trânsito, deixou milhares de pessoas sem eletricidade e levou ao cancelamento de centenas de voos.

Muito menos neve caía na Louisiana, no Mississippi e no Alabama. Ainda assim, houve problemas também nesses Estados. A neve e o gelo levaram ao fechamento da rodovia interestadual 49, no centro da Louisiana. A previsão de alguns centímetros de neve foi o suficiente para fechar escolas na Flórida. As aulas também foram canceladas em partes do Alabama.

Várias comunidades costeiras da Carolina do Sul, incluindo Charleston, que não via neve desde janeiro de 2000, receberam entre 5 e 10 centímetros de neve, segundo Jonathan Lamb, meteorologista do Serviço Nacional Meteorológico.

A previsão é que até sete centímetros de neve possa cair em Savannah, na Geórgia, onde a última vez que houve neve foi em fevereiro de 1996. Passaram-se décadas desde que a cidade mais antiga da Geórgia tinha registrado certo acúmulo de neve, em dezembro de 1989. Normalmente, as temperaturas em fevereiro não ficam abaixo dos 4º Celsius nessa cidade.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAnevascassul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.