Uma gripe misteriosa mata aves na Ásia. E talvez gente

Milhões de aves foram atacadas por uma gripe misteriosa que se espalha rapidamente pela Ásia, enquanto funcionários da Organização Mundial da Saúde trabalham para determinar se o vírus está ligado a 12 mortes de seres humanos no Vietnã.Milhares de galinhas morreram da doença na Coréia do Sul e Japão, enquanto que a Tailândia nega estar tentando ocultar uma erupção em suas províncias centrais. Hong Kong e Camboja proibiram a importação de galináceos dos países afetados pela gripe avícola.Testes em duas crianças e um adulto, que acabaram por morrer em Hanói, deram positivo, mas os funcionários da OMC dizem que é muito cedo para dizer se o vírus se espalhou.?A evidência que conta é que não há sinal de transmissão de humanos para humanos?, diz o dr. Shigeru Omi, diretor regional da OMC para o Pacífico Oeste, em Manila, Filipinas, em um comunicado. No entanto, se isto ocorrer, teremos uma situação grave. Estamos preocupados principalmente com a possibilidade de que o vírus da aves adquira capacidade de transmitir-se de uma pessoa para outra.?De 14 pessoas, em Hanói, que estavam sob suspeita da doença desde 12 de outubro do ano passado, 12 morreram e dois estão em condições estáveis, diz o representante da OMC em Hanói, Pascale Brudon. Três morrem com gripe avícola confirmada nos testes e os outros sofreram um tipo ainda não determinado de doença respiratória, segundo ele.Segundo Brudon, a última morte ocorreu domingo, em Hanói. Todas as vítimas, exceto uma, eram crianças entre 9 meses e 12 anos.Omi afirma que três casos vietnamitas de gripe avícola foram confirmados como influenza A ou mal H5N1, o mesmo vírus encontrado nas aves doentes no sul. O mesmo mal matou seis pessoas em Hong Kong em 1997, quando mais de um milhão de patos e galinhas foram atacados pela gripe.A doença está se espalhando rapidamente entre as aves no Vietnã, onde mais de 1 milhão de galinhas já morreram e os granjeiros receberam ordens de destruir todas as aves doentes. Cerca de 711.000 galinhas caíram doentes na província de Long Na, no Delta do Mekong, junto com 443.000 outras na província vizinha de Tien Giang e 81.000 na província de Ha Tay, informou Dau Ngoc Hao, diretor do Departamento de Veterinária de Hanoi.Milhares de galinhas também morreram do vírus, hoje, na Coréia do Sul, onde o surgimento da doença, no mês passado, levou ao abate de 1,1 milhão de galinhas e patos na tentativa de conter a doença. No Japão, informações oficiais dizem que 6.000 galinhas morreram da gripe e milhares de outras tiveram de ser abatidas.Na Tailândia, granjeiros alegam que o governo está tentando esconder a eclosão da gripe avícola que, segundo eles, matou milhares de aves em centenas de granjas nas províncias centrais.?Esta é a doença mais terrível que já vi. Ataca nossas granjas muito rápido?, disse um granjeiro ao jornal Bangkok Post, alegando ter perdido 10.000 galinhas..Fontes oficiais tailandesas negam as alegações, afirmando que testes laboratoriais em algumas granjas demostraram que as aves sofriam de uma infecção bacteriana chamada cólera avícola, mas não havia evidência de gripe avícola.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.