Uma pessoa morre e oito ficam feridas em confronto na Bolívia

Disputa pelo controle da exploração de mina provocou conflitos nos últimos meses

AFP,

06 de julho de 2012 | 14h21

LA PAZ - Uma pessoa morreu e oito ficaram feridas após choques entre indígenas e policiais na quinta-feira, 5, no sudoeste da Bolívia. Os habitantes mantém cinco reféns, exigindo a expulsão da filial da mineradora canadense South American Silver do país.

"Há uma morte, quatro pessoas gravemente feridas, quatro policiais lesionados e um policial preso na região", disse o promotor de justiça de Potosí René Arroyo, à rede de televisão boliviana Bolivisión.

Os confrontos ocorreram quando uma delegação oficial, chefiada pelo Ministro do Trabalho, Daniel Santalla, organizou um encontro com lideranças indígenas para discutir a libertação dos reféns, em uma cidade a 500km ao sudoeste de La Paz.

Os índios querem que a empresa canadense saia do país, pois ela planeja investir 50 milhões até 2014 para concluir a fase de exploração de prata e depois cuidar do projeto de mineração. A disputa pelo controle da exploração da mina provocou confrontos entre índios garimpeiros nos últimos meses.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.