Uma vitória sem festejos, diz Sharon

O premier israelense, Ariel Sharon, disse esta noite que a "vitória histórica" conseguida por seu partido, o Likud, nas eleições gerais de Israel, "não é motivo para festejar". Sharon lembrou, durante o discurso aos partidários do Likud, que Israel está ameaçada pelo terrorismo palestino, pela crise iraquiana e pela recessão econômica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.