Unasul analisa hoje situação política na Venezuela

O presidente eleito da Venezuela, Nicolás Maduro, assistirá nesta quinta-feira à reunião de emergência dos chefes de Estado da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) convocada para discutir a situação política venezuelana em meio a questionamentos da oposição ao resultado das eleições presidenciais do último domingo.

AE, Agência Estado

18 de abril de 2013 | 14h28

O vice-ministro das Relações Exteriores do Peru, Fernando Rojas, confirmou a ida de Maduro a Lima para participar do encontro, marcado para as 20h30 locais de hoje (22h30 em Brasília) no palácio do governo peruano.

A reunião de emergência da Unasul foi convocada ontem pelo presidente do Peru, Ollanta Humala, uma vez que o país ocupa a presidência de turno da entidade.

Rojas informou ainda que, à exceção do presidente do Equador, Rafael Correa, todos os chefes de Estado sul-americanos confirmaram presença no evento. Correa não irá porque está em viagem oficial à Europa. O Equador será representado pelo vice-presidente Lenin Moreno. O Paraguai, por sua vez, não participará por estar suspenso do bloco. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
UnasulVenezuela

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.