Unasul pede mudanças no processo eleitoral

A missão de observadores enviada pela Unasul ao Equador na eleição presidencial que reconduziu Rafael Correa ao cargo, em fevereiro, pediu ao país que aprimore seu sistema de contagem de votos. A chefe do grupo, María Emma Mejía, entregou ontem o relatório final sobre os trabalhos ao presidente do Conselho Nacional Eleitoral equatoriano, Domingo Paredes. Apesar de frisar que a vitória de Correa foi incontestável, María criticou a demora na contagem e divulgação final dos votos, cobrando "maior agilidade".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.