Unesco classifica tango como patrimônio da humanidade

As Nações Unidas declararam, hoje, que o tango passa a ser considerado patrimônio cultural da humanidade. Os 24 membros do Comitê Intergovernamental de Patrimônios Intangíveis da Unesco conferiram proteção cultural à música e dança que caracterizam o tango.

AE-AP, Agencia Estado

30 de setembro de 2009 | 18h42

Com esta designação, Argentina e Uruguai, que brigam para serem considerados o local de origem do tango, poderão receber assistência financeira de um fundo especializado em salvaguardar as tradições culturais. Além disso, vai ajudar os dois governos a justificar o uso de fundos públicos para preservar seu mais famoso produto de exportação, depois da carne.

"Estamos muito orgulhosos, disse Hernan Lombardi, ministro da Cultura da cidade de Buenos Aires. "Esperamos que esta decisão ajude a difundir a tradição do tango por todo o mundo". Em Montevidéu, o diretor uruguaio de cultura, Hugo Achugar, declarou: "Estamos muito felizes", afirmou Isso reafirma "os laços tradicionais de irmandade que existe com a Argentina."

O tango surgiu como um estilo de dança na última década do século 19 nos subúrbios de Buenos Aires e Montevidéu. É popular da Europa, Japão e Estados Unidos. Seu recente aumento de popularidade é atribuído em parte do musical da Broadway "Forever Tango" e ao programa de televisão "Dançando com as Estrelas".

Tudo o que sabemos sobre:
ArgentinatangoUnescopatrimônio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.