União Europeia aceita oferta iraniana de voltar a negociar questão nuclear

Teerã havia convidado potências ocidentais a retornar à mesa de diálogo em fevereiro

Reuters

06 de março de 2012 | 11h28

BRUXELAS - A chefe de política externa da União Europeia, Catherine Ashton, escreveu ao negociador nuclear do Irã nesta terça-feira, 6, aceitando uma oferta para uma reunião a fim de discutir o programa nuclear da república islâmica.

 

Veja também:

linkVeja as sanções já aplicadas contra o Irã

link ESPECIAL: O programa nuclear do Irã

Catherine representa seis países - Estados Unidos, Rússia, China, França, Grã-Bretanha e Alemanha - nas negociações com o Irã e sua oferta de diálogo acontece semanas depois de consultas com essas nações.

O iraniano Saeed Jalili propôs em fevereiro em uma carta a retomada das negociações com as potências globais, após mais de um ano de paralisação, e disse que Teerã teria "novas iniciativas" para levar à mesa. "Respondi hoje (terça-feira) à carta do doutor Jalili de 14 de fevereiro", disse Catherine em comunicado. "Ofereci retomar as conversas com o Irã sobre a questão nuclear."

Ela e seus parceiros estão preocupados com a possibilidade de o trabalho nuclear do Irã ter o objetivo de produzir armas e querem que o governo iraniano suspenda o seu programa. A República Islâmica alega que está tentando desenvolver energia nuclear para atender à demanda de eletricidade.

O local e a data das negociações ainda terão de ser combinados, disse a chefe de política externa da União Europeia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.