União Europeia fará reunião de emergência para discutir crise na Ucrânia

Os ministros do Exterior da União Europeia farão uma reunião de emergência em Bruxelas na próxima quinta-feira para discutir uma resposta ao ataque feito por rebeldes apoiados por russos à cidade ucraniana Mariupol, de acordo com a chefe de Relações Internacionais da União Europeia, Federica Mogherini.

Estadão Conteúdo

25 de janeiro de 2015 | 16h01

Os ministros provavelmente discutirão a possibilidade de reforçar as sanções contra a Rússia, após o ataque que matou dezenas de civis neste sábado na cidade portuária de importância estratégica no Mar de Azov, informaram as autoridades.

O ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, disse que os governos precisam de mais informações saber a possibilidade de Moscou estar tentando controlar os rebeldes.

Mariupol se localiza perto de território controlado pelos rebeldes nas províncias de Donetsk e Luhansk, no leste da Ucrânia, mas as forças ucranianos conseguiram manter o controle da cidade desde que os combates no país começaram, há quase um ano.

O ataque ocorreu um dia depois de os separatistas pró-Rússia anunciarem que estavam se retirando das negociações de paz. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
União EuropeiaUcrânia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.