União Europeia pode oferecer apoio financeiro à Ucrânia

A União Europeia (UE) está preparada para oferecer apoio financeiro à Ucrânia, informou neste sábado o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso.

AE, Agência Estado

22 de fevereiro de 2014 | 11h49

"Se houver a formação de um governo reformista na Ucrânia, nós iremos trabalhar com a comunidade internacional e as instituições financeiras para apoiar o país", afirmou Barroso ao jornal alemão Welt am Sonntag.

O presidente da Comissão Europeia acrescentou que a UE está disposta a assinar um acordo que prevê livre comércio com a Ucrânia logo que o país esteja pronto. "A União Europeia está determinada em apoiar as reformas políticas e econômicas na Ucrânia", enfatizou Barroso.

Na entrevista, Barroso apelou para que o acordo entre o presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovich, e a oposição assinado ontem tenha efeito e que a reforma constitucional ocorra, bem como um governo de transição seja formado imediatamente e que as eleições sejam antecipadas.

"Isso deve acontecer sem demora. A comunidade internacional tem o dever e a responsabilidade de apoiar esse processo", afirmou.

A respeito das sanções da UE à Ucrânia, Barroso disse que o bloco da moeda comum "não pode ficar indiferente às imagens dos últimos dias". Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
UcrâniaUnião Europeia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.