União Européia promete ajuda à Sérvia antes de eleições de maio

Os ministros das RelaçõesExteriores da União Européia prometeram no sábado encontrarformas de ajudar o campo pró-europeu da Sérvia antes daseleições de maio, em seu primeiro encontro com um líder sérviodesde a separação de Kosovo. Mesmo os Países Baixos --que prometeram bloquear aassinatura de um pacto de laços mais estreitos entre a UniãoEuropéia e a Sérvia, até que Belgrado liberasse o general dostempos de guerra Ratko Mladic a um tribunal da União Européia-- disseram que seriam "criativos" na hora de ajudar a Sérvia ase aproximar mais da União Européia. "Faz parte dos nossos interesses apoiar as forçaspró-européias com todos os meios que temos", disse Frank-WalterSteinmeier,da Alemanha, depois de um encontro na cidadeeslovência de Brdo com o ministro das Relações Exteriores daSérvia, Vuk Jeremic. O ministro das Relações Exteriores francês, BernardKouchner, clamou à União Européia que fizesse um gesto de"afeição e solidariedade" em relação à Sérvia, sem pedirespecificamente a assinatura do acordo estabilização eassociação, parado devido às dúvidas quanto à cooperação deBelgrado na questão dos criminosos de guerra. (Reportagem de Paul Taylor e Mark John)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.